Apresentação Optimização de Sistemas de Iluminação.PT

Pelo peso significativo que detem na fatura mundial energética e pelo potencial de redução de consumos energéticos que lhe estão associados, o sector da iluminação é um dos com intervenção prioritária para atingir metas de redução de consumos energéticos (International Energy Agency, 2010).

A implementação de medidas de eficiência energética na iluminação tem um potencial de redução energética bastante significativo comparando com outras áreas de utilização de energia elétrica, uma vez que a maioria das medidas mais implementadas tem elevada viabilidade técnico-económica (Wulfinghoff, 1999).

Desde as tarefas de manutenção e limpeza, à utilização de lâmpadas e componentes mais eficientes, como os balastros elétronicos, ou a utilização de armaduras adequadas, são várias as técnicas que podem ser implementadas para reduzir o consumo na iluminação.

A realização de estudos luminotécnicos, por exemplo, revela-se também fundamental no dimensionamento da iluminação para uma espaço. O tipo de sala determina o nível de iluminação pretendido, sendo que este pode ser atingido de diferentes formas, dependendo do número e tipo de luminárias e lâmpadas utilizadas. Dependendo da geometria e características de ocupação dos espaços a iluminar, o cálculo luminotécnico poderá ser uma tarefa complexa sendo por vezes necessário recorrer à utilização de software especializado.

 

Voltar para Grupos Complementares

  • son

  • 2

  • 5

  • 6

  • 7

  • 9

  • 10

  • 11

  • 12

  • 13

  • 14

  • 15

  • 16

  • 17

  • 18

  • 19

  • 19

  • 19 

  • 19  

  • 19

  • 19   

  • 19    

  • 19   

  • 19    

  • 19   

  • 19    

  • 19     

  • 19     

  • 19    

  • 19   

  • 19 

  • 19