Apresentação Armazenamento de Energia, tecnologia do Hidrogénio e Veículos Eléctricos.PT

Armazenamento de Energia

A produção descentralizada de energia (micro ou mini geração), entendida como a geração de energia (elétrica e eventualmente também térmica) pelo próprio consumidor utilizando equipamentos de pequena e média escala, e com a possibilidade de venda à rede de energia elétrica afigura-se como a grande tendência futura, com os consequentes ganhos de eficiência energética e impactos ambientais positivos.

Contudo, o grau de incerteza temporal associado à produção de energia através de fontes renováveis implica que se recorra à utilização de unidades de armazenamento de energia, de forma a permitir armazenar a energia produzida quando não há necessidades do seu consumo, e consumi-la quando necessário.

Tem-se assim assistido nos últimos anos, à crescente actividade de investigação e desenvolvimento de sistemas de acumulação de energia (de pequena e média escala) cuja implementação permitirá o armazenamento de energia para posterior consumo ou venda à rede.

 

Hidrogénio

Para além das várias tecnologias de baterias de acumulação existentes, a utilização do hidrogénio afigura-se também como uma forma promissora de armazenamento de energia..

Quando produzido por fontes de energia renováveis, a utilização do Hidrogénio através é totalmente limpa, formando apenas como produtos de reacção, água e calor, sem quaisquer emissões gasosas com efeito de estufa. O hidrogénio pode ser considerado como uma forma de armazenamento de energia limpa produzida por energias renováveis. O Hidrogénio possibilita ainda a sua utilização em células de combustível para produção de energia elétrica, ou a sua utilização em motores de combustão internos, turbinas, caldeiras, fornos, entre outros, à semelhança dos combustíveis fósseis, para produzir diretamente energia mecânica e/ou calor e eletricidade.

 

Veículos elétricos

O setor dos transportes é atualmente um dos principais responsáveis pelas emissões de gases com efeito de estufa e partículas, responsáveis pela degradação da qualidade do ar, e de acordo com o IPCC, pelo efeito das alterações climáticas. O advento dos veículos elétricos (VE) promete vir a revolucionar o paradigma dos atuais sistemas de mobilidade, contribuindo para reduzir os efeitos da poluição ambiental em ambiente urbano, através da redução das emissões poluentes dos atuais veículos. A utilização de motores elétricos permite que a utilização da energia elétrica nestes seja feita com maior eficiência face ao convencional motor de combustão interna. Estes poderão ser alimentados com eletricidade produzida através de fontes convencionais e renováveis, sendo que neste ultimo caso, desde a produção ao consumo, o sistema de transportes se baseará num ciclo de vida limpo a nível energético.

Alguns dos defensores da utilização destes veículos afirmam também que estes poderão vir a ser utilizados através das suas baterias como unidades de acumulação de energia elétrica produzida através de sistemas de micro ou mini-geração, ou de energia elétrica proveniente da rede elétrica em períodos de tarifa mais barata. Nesse caso, após acumulação nos VE esta energia poderia ser vendida à rede nas horas de maior consumo (horas de cheia e ponta) beneficiando assim das tarifas mais caras de eletricidade nesses períodos.

 

Voltar para Grupos Complementares

  • son

  • 2

  • 5

  • 6

  • 7

  • 9

  • 10

  • 11

  • 12

  • 13

  • 14

  • 15

  • 16

  • 17

  • 18

  • 19

  • 19

  • 19 

  • 19  

  • 19

  • 19   

  • 19    

  • 19   

  • 19    

  • 19   

  • 19    

  • 19     

  • 19     

  • 19    

  • 19   

  • 19 

  • 19